Isolinhas e curvas de nívelIsolinhas são linhas desenhadas para ligar lugares diferentes que partilham um valor comum. O prefixo ISO é uma palavra grega que significa igual, portanto, uma isolinha deve ser uma linha que une pontos iguais.

Por exemplo, uma linha traçada no mapa para se juntar todos os lugares que estão à mesma altura acima do nível do mar (altitude) é chamado de curva de nível. Linhas de curva de nível são isolinhas juntando lugares que têm o mesmo valor de altura.

Para baixar exercício em PDF e imprimir com os dados acima clique aqui.
Exemplo de simulador de bacia hidrográfica (simulação).


Outra isolinha comum é a isóbara, uma linha que une pontos com a mesma pressão atmosférica. Estes são muitas vezes indicadas nos mapas do tempo em jornais e previsões de tempo de TV.

A Cartografia usa com frequencia as isolinhas pois ajuda a mapear a distribuição das coisas. Isolinhas também podem ser combinadoa com coloração ou sombreamento o que a torna possível ver facilmente dados que seria difícil, ou impossível, compreender em uma tabela ou gráfico de números.

Além das curvas de nível e isobaras há também outras isolinhas utilizados na Cartografia, embora muito poucas sejam usadas ​​apenas por especialistas e quase não se vê a sua aplicação no dia-a-dia.

Aqui está uma lista de isolinhas você pode encontrar por aí:

Curva de Nível: Junta pontos da mesma altitude.

isóbata: une todos os pontos de igual profundidade no relevo submarino.

Isóbara: Junta pontos com a mesma pressão atmosférica.

Isotérmica: Junta pontos com a mesma temperatura.

Isócrono: Junta pontos que leva o mesmo tempo para chegar a partir de um determinado lugar.

Isodapana: Junta pontos onde custa o mesmo para produtos transportados a partir de onde eles são feitos para onde são vendidos.